fbpx

Apple alcança marca de $1 trilhão de dólares

03

A Apple bateu a marca de $1 trilhão de dólares ontem e se tornou a primeira empresa americana à alcançar a marca. Atualmente, ela também é a única a estar nesse patamar, apesar da Amazon estar bem próxima (~$900 bi).

É um número descomunal, e caso a empresa fosse um país, teria o 17ª maior PIB do mundo, logo atrás da Indonésia. O número reflete o sucesso da empresa em agradar consumidores e investidores.

E grande parcela disso é de responsabilidade de Tim Cook, CEO da Apple e sucessor de Jobs. Mesmo que “à sombra” de Steve Jobs aos olhos da mídia por não ser tão inovador quanto ele, são muitas métricas as quais podem ser utilizadas para medir a qualidade do trabalho de um CEO: novas patentes (inovação), valor de ação, parcela de mercado, crescimento, etc.

E em uma delas, Tim Cook se destaca demais: Crescimento médio de receita por mês.

É uma excelente métrica para avaliar o impacto de um trabalho à curto prazo, e não está sujeita a achismos e opinião pública.

Líderes das 50 maiores empresas do mundo, como o CEO da titã Amazon, Jeff Bezos, tem seu índice um pouco abaixo de $500 milhões de dólares por mês, mais de duas vezes que o índice de Markinhos Zuckerberg, do Facebook. O diretor executivo da Google, Sundar Pichai, tem seu índice um pouco acima de $540 milhões por mês.

O grande Steve Jobs, ditos por muitos como o melhor CEO da história, tem um índice de $625 milhões por mês. Ganhando de todos os citados aqui.

Porém, o seu sucessor tem a incrível marca de $1.6 bilhões por mês, o que o torna o CEO de maior crescimento médio de receita por mês do mundo. Um verdadeiro Tio Patinhas dos negócios.

Claro que à longo prazo outras métricas são mais importantes, mas o diferencial de impacto na gestão Cook é claro: Resultados financeiros.

E os acionistas agradecem!

Lucas Teles

Lucas Teles

Diretor de Inovação na CRIARH Consultoria e apaixonado pela transformação que a criatividade realiza na mentalidade de pessoas e negócios.

Gostou? Comente e compartilhe o post agora!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Você também pode gostar...