Um fundo preto com um relógio em primeiro plano.

Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Não perca nossas últimas dicas, ferramentas e táticas para ser um melhor líder.

Story points: o que são e 7 passos para usá-los na gestão ágil 

O que story points mede

Story points é uma ferramenta usada como parte da metodologia ágil de gerenciamento de projetos. 

Eles fornecem uma forma de estimar o tamanho de um trabalho, medindo:

  • Complexidade;
  • Dificuldade;
  • Risco envolvidos. 

Se você quer saber mais sobre esse assunto e como usar essa ferramenta na na gestão ágil, esse artigo é para você. 

Explicaremos como os times podem usar essa técnica para estimar o tamanho do trabalho e entender o esforço necessário para concluir tarefas. 

Além disso, abordaremos como os gestores ágeis podem usar story points para medir o progresso do projeto e acompanhar o desempenho dos times.

O que são story points?

Story points são uma forma de mensurar o esforço necessário para completar um determinado item de trabalho, como uma tarefa, um projeto ou uma história do usuário. 

Ao invés de medir o tempo de trabalho necessário para concluir uma tarefa, os story points são usados para medir a complexidade envolvida.

Story points são úteis na estimativa de custo e tempo de projetos, pois permitem um maior foco na complexidade do trabalho, em vez de se concentrar apenas na  duração.

Isso ajuda a garantir que os recursos sejam alocados de forma eficiente, de maneira ágil  e que seja possível estimar com precisão o tempo necessário para concluir o trabalho.

Através dessa técnica, é possível acompanhar o progresso de projetos, pois eles permitem que a equipe avalie como as tarefas evoluem com o tempo.

Além disso, eles são atribuídos a cada tarefa, e a quantidade de pontos atribuídos determina o esforço necessário para concluir a tarefa. 

Como os pontos são atualizados à medida que o projeto evolui, eles permitem que a equipe acompanhe o progresso.

Como calcular story points na gestão ágil? 

Story Points são uma forma de avaliar o esforço necessário para completar um trabalho, principalmente no âmbito da gestão ágil, como é o caso do Sprint Backlog

A ideia é que os desenvolvedores estimem o quão complexo é o trabalho que precisa ser realizado e atribuam um valor de story points a ele. 

O uso dessa ferramenta é particularmente útil para medir o progresso e a eficiência de um projeto, especialmente para projetos de grande porte que envolvem várias equipes. 

Para calcular os story points, os desenvolvedores devem primeiro considerar as características gerais do trabalho e as habilidades necessárias para executá-lo. 

Por exemplo, se o trabalho envolve várias etapas ou precisa de muito tempo para ser concluído, ele provavelmente receberá um número maior de story points. 

Além disso, se o trabalho é considerado muito complexo ou desafiador, isso também deve ser levado em conta. 

Uma vez que todas as características do trabalho forem consideradas, o desenvolvedor pode usar uma escala de story points para atribuir um valor ao trabalho. 

A escala pode variar de acordo com o projeto e as necessidades da equipe, mas geralmente é feita com números inteiros de 1 a 5. 

Um trabalho com um nível de dificuldade mais alto teria um número maior de story points, enquanto um trabalho mais simples teria um número menor. 

Os story points também podem ser usados como uma forma de medir o progresso de um projeto, pois o número total de story points gastos é uma indicação do quanto foi feito. 

Isso permite que os gerentes de projetos acompanhem o progresso e identifiquem problemas que possam estar atrasando o projeto. 

Além disso, como os story points são atribuídos antes do início do trabalho, eles também ajudam a estabelecer expectativas realistas para o tempo necessário para concluir o projeto.

Story points x horas aplicadas

Story Points são uma unidade de medida usada para medir o esforço necessário para concluir um item de trabalho na metodologia ágil. 

O objetivo é fornecer uma estimativa geral do tamanho do trabalho necessário para concluir uma tarefa, que é usada para ajudar a equipe a planejar melhor o trabalho. 

De maneira intuitiva, pode ser natural querer que essa unidade de medida seja usada em conjunto com horas aplicadas para calcular o tempo necessário para concluir uma tarefa. 

Mas a principal vantagem de se utilizar essa medida,é que ela é baseada na experiência do time e não nas horas, tornando-a mais precisa e flexível.

Além disso, ela permite ao time prever com mais precisão o tempo necessário para concluir um trabalho, o que é particularmente importante quando o trabalho é complexo ou tem um grande escopo. 

Os story points também permitem que o time faça uma melhor estimativa de custos e prazos, o que é útil para o planejamento de projetos e a tomada de decisões.

Afinal, como diz uma das frases mais famosas do mundo; O tempo é relativo.

No final das contas, as horas não necessariamente são uma medida confiável para estimar o tempo necessário para concluir um trabalho. 

Utilizar story points para estimar o esforço necessário para concluir um trabalho garante que o time consiga fazer melhores estimativas de tempo e custo, o que ajuda a planejar melhor o projeto e a tomar decisões mais acertadas.

Passo a passo de como montar estimativas usando story points

Como montar estimativas usando story points

Para você utilizar essa ferramenta da melhor maneira, você pode se guiar através desse passo a passo:

1. Crie um documento de estimativa

Crie um documento como uma planilha de Excel ou utilize softwares como o Runrun.it e Notion para listar todos os requisitos e as estimativas relacionadas a cada um. 

2. Coloque os requisitos em ordem de prioridade

Defina a complexidade e a ordem de prioridade de cada um dos elementos. 

3. Defina a escala de pontos de histórias a ser usada.

Você pode utilizar por exemplo, sequência Fibonacci (1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, etc). Esta escala permite que os pontos de história sejam usados para avaliar o tamanho relativo dos requisitos. 

4. Atribua uma estimativa de Story Points com base na escala. 

Para cada quesito, defina um critério subjacente para cada nível da escala, como por exemplo: 

1 pontos = Tarefas simples ou pequenas;
2 pontos = Tarefas médias; 
3 pontos = Tarefas grandes; 
5 pontos = Tarefas muito grandes; 
8 pontos = Tarefas enormes.

5. Obtenha o total de Story Points 

Uma vez que todas as estimativas de Story Points foram atribuídas, adicione-as para obter o total de Story Points para o projeto. 

6. Analise as estimativas e compare-as com os recursos disponíveis.

Se as estimativas parecerem muito grandes para os recursos, talvez seja necessário reavaliar as estimativas. 

7. Compartilhe o resultado 

Quando as estimativas estiverem finalizadas, compartilhe-as com todos os envolvidos no projeto.


Após analisar o artigo sobre story points, é possível concluir que eles são uma ótima ferramenta para acompanhar o progresso de projetos de software. 

Os story points permitem que os desenvolvedores estimem quanto tempo levará para que um conjunto de tarefas seja concluído e, assim, estabeleçam um cronograma realista. 

Eles também ajudam a aumentar a produtividade e melhorar a qualidade do produto ao fornecer uma visão geral de todas as tarefas que precisam ser realizadas.


Após analisar o artigo sobre story points, é possível concluir que eles são uma ótima ferramenta para acompanhar o progresso de projetos.

Os story points permitem que os desenvolvedores estimem quanto tempo levará para que um conjunto de tarefas seja concluído e, assim, estabeleça um cronograma realista. 

Eles também ajudam a aumentar a produtividade e melhorar a qualidade do produto ao fornecer uma visão geral de todas as tarefas que precisam ser realizadas.

Se você quer saber mais sobre técnicas ágeis e como atingir os melhores resultados em sua empresa, é só conferir nossos outros artigos no site.

Até a próxima!

Como explicar story points?

Story points são uma forma de mensurar o esforço necessário para completar um determinado item de trabalho, como uma tarefa, um projeto ou uma história do usuário. 

Como calcular story points?

Para calcular os story points, os desenvolvedores devem primeiro considerar as características gerais do trabalho e as habilidades necessárias para executá-lo. A escala pode variar de acordo com o projeto e as necessidades da equipe, mas geralmente é feita com números inteiros de 1 a 5. 

Quanto vale 1 story point?

Você pode definir o seu critério para cada nível da escala, como, por exemplo: 

1 pontos = 15 minutos;
2 pontos = 30 minutos; 
4 pontos = 60 minutos; 
8 pontos = 2 horas; 
16 pontos = 4 horas.

Se torne um líder melhor, em minutos

Receba semanalmente passos a passos práticos para ser um melhor líder.
Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.
curso de criatividade

Artigo por

Lucas Teles
Lucas é o Head de Inovação da CRIARH. Mas mais importante, ele é o maior apaixonado pela empresa.

Curtiu? Mande o artigo para seus amigos!

Tabela de conteúdo

Outros artigos para você

Receba conteúdos de liderança e rh

Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.
Um biscoito de chocolate voando no ar sobre um fundo vermelho.
Ao navegar pelo nosso site, você aceita a nossa política de cookies.