Insights
// Escrito por Lucas Teles

O que é mundo BANI e como se destacar nele

Mundo BANI

Na minha época não era assim, não existiam essas coisas”

— Alguém denunciando sua idade.

Você com certeza já ouviu ou até mesmo reproduziu essa típica frase ao ver algo inédito, diferente ou que causa estranheza.

O mundo BANI é esse mundo que nos causa estranheza, onde tudo parece estar fora do lugar e é caótico.

Nosso mundo vive em mudança constante, e a terminologia BANI nos ajuda a descrevê-lo melhor, para assim criar planos de ação em cima dos problemas encontrados.

Ele é uma evolução do termo mundo VUCA, que foi criado após a guerra fria para explicar as dinâmicas de um mundo novo.

Já o BANI foi criado há pouco tempo, durante a pandemia do covid-19 para buscar ordem no caos.

Abrace a estranheza do surgimento de novas tecnologias, culturas e experiências para mergulhar em novas formas de pensar e entender o mundo BANI.

Assim você será um profissional capaz de criar planejamentos mais efetivos e adaptáveis à problemas que possam surgir no meio do caminho.

O significado de mundo BANI

Mundo BANI
O mundo BANI representado por emojis seria mais ou menos assim.

O termo mundo BANI foi desenvolvido pelo antropólogo e autor Jamais Cascio e é uma abreviação para: Brittle, Anxious, Nonlinear and Incomprehensible.

Em português significa Frágil, Ansioso, Não linear e Incompreensível.

Os adjetivos escolhido pelo antropólogo se encaixam muito bem com a “aparência” que o mundo está levando.

As mudanças aceleradas fazem o mundo parecer muito diferente de poucos anos atrás. Enxergando esse problema, o antropólogo encaixa o atual cenário de evolução e mudanças radicais que vivemos no mundo BANI.

Entenda como ele detalha o mundo BANI:

Brittle (frágil)

A fragilidade no mundo BANI é a possibilidade de acontecer uma catástrofe à qualquer momento.

Carreiras serem destruídas por um post no LinkedIn, um tweet de um bilionário mover drasticamente algum ativo ou criptomoeda, um grande chefe de estado apertarem um botão e jogar o mundo em um inverno nuclear.

Ou até mesmo, um pequeno vírus retrair a economia global, espalhando inflação e pobreza.

Um fato curioso aconteceu recentemente com a cerveja Corona.

Quando a pandemia do covid-19 iniciou, houve uma queda gigantesca nas vendas e ações da cerveja Corona.

O motivo? Isso mesmo. Apenas o nome era igual ao do vírus!

Por conta de um pânico coletivo e falta de informação, a terceira cerveja mais bebida dos EUA, sofreu um prejuízo de mais de R$ 700 milhões. Isso se encaixa perfeitamente com a fragilidade descrita no mundo BANI.

Um mundo frágil necessita de pessoas conscientes e preparadas para agir, pois tudo vai mudar da água para o vinho, em questão de dias, ou minutos.

Anxious (ansiedade)

Em questão de horas os tópicos mais falados do Twitter mudam. Notícias são recebidas em seu WhatsApp, E-mail, celular, computador, e todas com uma grande dificuldade de distinguir se é uma notícia verdadeira ou falsa.

O excesso de informações é apenas um reflexo das incertezas e mudanças constantes que vivemos, e resulta na famosa ansiedade.

Um exemplo é a empresa Pepsico. Por mais que pareça um roteiro de ficção científica, a gigante de alimentos optou por demissões em massa de funcionários. Para substituí-los por robôs.

A Pepsico está errada? Não. Ela fez o certo para ela, e até para a sociedade como um todo. A McKinsey, uma das maiores consultorias globais, provou em uma pesquisa que a tecnologia cria 2,4 empregos para cada um que ela destrói.

Mas nós adicionamos um adendo: não sem custo humano.

Uma atitude dessas obriga as pessoas a mudarem de carreira de forma repentina. Isso gera ansiedade — e muita.

Mudanças drásticas mudam a funcionalidade da realidade e causa medo do futuro. Que é diretamente ligada à ansiedade.

Nonlinear (não linear)

Outra característica do mundo BANI é ser não linear, ou seja, os acontecimentos são desconexos e aleatórios, sem um padrão definido.

Com o domínio da imprevisibilidade, grandes esforços podem levar a lugar nenhum. Enquanto decisões pequenas ou aleatórias podem ter consequências globais.

É só observar ao seu redor: Não existem mais planos de negócios de 20 anos. Isso é passado, pois se entende que é impossível fazer tais previsões.

Soluções que eram desprezadas e pouco utilizadas, hoje impactam diretamente a guerra entre Rússia e Ucrânia, é o caso do Bitcoin.

A não linearidade causa confusão, acompanhada da incerteza de qual a próxima novidade que está por vir.

Incomprehensible (Incompreensível)

A realidade de nosso mundo é a mudança. A “rotina” muda constantemente, e respostas antigas rapidamente são invalidadas em novas experiências.

Tentar entender o que deve ser feito frente essas mudanças é difícil, e as vezes não é possível. O fator de incompreensibilidade do mundo BANI deixa você às cegas frente a desafios nunca vistos.

Mundo BANI ou mundo VUCA?

Não é porque é diferente que é ruim

Talvez o mundo VUCA talvez seja um termo que você já conheça.

É um acrônimo das palavras: Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity. Ou seja, Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade.

Esse termo foi desenvolvido pelo Army War College dos EUA, no final da década de 80, e tinha como o principal objetivo descrever o mundo pós guerra fria.

Mas ele acabou parando entre locais inovadores e em grandes empresas.

Tudo isso com o objetivo de guiar e dar um norte para essa complexidade presente no novo mundo daquele momento.

O mundo VUCA também foi utilizado para causar a reflexão e adaptação necessária para se destacar dos demais, que ainda utilizavam métodos ultrapassados.

Mas se existe o mundo VUCA, qual a necessidade do mundo BANI?

O mundo BANI é uma evolução do mundo VUCA.

Afinal, o mundo VUCA foi um conceito desenvolvido na década de 80.

Na linha do tempo do universo, parece que foi um dia desses. Mas na linha do tempo da sociedade, é o equivalente há séculos.

Tornando o mundo VUCA um termo “desatualizado” para descrever as vivências da evolução atual.

Gosto de pensar que o mundo BANI nasce da maximização de um mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo. Criando um mundo frágil, ansioso, não linear e incompreensível.

Assim, o fator crucial para o nascimento do mundo BANI foi o maior evento dos últimos anos, a pandemia do covid-19.

Impacto da pandemia no Mundo BANI

A pandemia foi responsável por mudar a rotina, percepção, trabalho e outros incontáveis aspectos do mundo.

É impossível citar todas as consequências que a pandemia causou e ainda causa na vida de cada um.

Todos setores, desde os setores mais “óbvios”, até os mais diferentes, foram impactados para o bem ou para o mal.

Eu não sei você, mas eu nunca tinha pensado que constantemente limparia uma embalagem de álcool 70%, com um álcool 70%!

Sendo assim, o conceito do mundo VUCA foi insuficiente para explicar um panorama dessa proporção, e o mundo BANI se conectou de vez com a realidade vivida na pandemia.

As palavras frágil, ansioso, não linear e incompreensível descrevem bem as mais diversas realidades durante a pandemia do covid-19.

Incontáveis vidas foram perdidas ou impactadas por um vírus, demonstrando a fragilidade humana.

Com a incerteza do futuro e desafios de algo nunca visto, a ansiedade tomou conta de todos.

E por fim, não existe nada mais não linear e incompreensível do que ter que mudar o estilo de vida tão abruptamente por algo aparentemente tão pequeno.

Diante desse cenário, o mundo BANI, que já flertava com a possibilidade de ser um conceito presente em nossas vidas, entrou de vez.

Como se preparar para o mundo BANI

Mundo BANI
Seria um futuro distópico o futuro do mundo BANI? Quem sabe.

Não sugiro se preparar para outra pandemia, não é isso.

Até porque, de acordo com padrões do passado, a comunidade científica já imaginava que uma pandemia podia surgir. Ajudou, mas não tanto.

Toda essa volatilidade cria um mundo mais diverso e interdependente.

Essa diversidade desenvolve ambientes que criam, cada vez mais rápido, ideias inovadoras capazes de resolver problemas complexos.

Então quando não há para onde fugir, é preciso reagir rapidamente com ideias inovadoras.

O desenvolvimento das habilidades necessárias para prosperar em futuros cada vez mais incertos é a solução para enfrentar os problemas percebidos no mundo BANI.

Algumas dessas habilidades são:

  1. Criatividade;
  2. Resolver problemas complexos;
  3. Liderança;
  4. Aprendizado contínuo;
  5. Colaboração virtual;
  6. Adaptabilidade cultural;
  7. Inteligência emocional.

Elas vão ajudar você a tomar decisões melhores e mudar de cultura, planejamento ou mentalidade quando preciso, de forma ágil e mais segura.

Prosperar no mundo BANI com certeza é mais difícil, mas possível.

E como foi antes, está tudo bem sentir estranheza com coisas novas, mas será necessário se preparar para isso.

As coisas estão tão frenéticas (e malucas) que já já a gente se reencontra para conversar sobre outra nomenclatura que inventaram para explicar tudo isso que acontece. Até a próxima!

curso de criatividade

Artigo por

Lucas Teles
Lucas é o Head de Inovação da CRIARH. Mas mais importante, ele é o maior apaixonado pela empresa.

Curtiu? Mande o artigo para seus amigos!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Tabela de conteúdo
Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

Outros artigos para você

Cookie
Ao navegar pelo nosso site, você aceita a nossa política de cookies.