Insights
// Escrito por Lucas Teles

Intraempreendedorismo: 3 formas rápidas para estimular

Intraempreendedorismo

Você provavelmente já ouviu falar que inovação e criatividade são atributos essenciais para qualquer organização.

Sim, isso é inegável.

Afinal, com elas alinhadas à uma equipe que tem um propósito claro, organizações podem se manter à frente da concorrência e acompanhar as tendências do mercado.

Porém, você já ouviu falar em intraempreendedorismo?

O intraempreendedorismo não é um tema comumente falado, mas é um aspecto essencial para alcançar inovação, criatividade e outros inúmeros benefícios em uma organização.

Com a leitura desse artigo, você vai entender como aplicar e estimular esse atributo responsável por criar uma reputação para sua empresa em um ambiente tão volátil e complexo, transformar seu cotidiano (para melhor) e colher os melhores frutos possíveis!

Intraempreendedorismo ou empreendedorismo?

Antes de tudo, é importante saber a diferença entre intraempreendedorismo e empreendedorismo.

Tenho certeza que de uns anos para cá, a palavra empreendedorismo se tornou recorrente no seu dia a dia.

Desde campanhas apelando para o incentivo do empreendedorismo local ou até mesmo alguém te vendendo uma ideia empreendedora.

Por ser um assunto que consegue abranger tantas coisas, o próprio empreendedorismo possui vertentes.

O que é o empreendedorismo? O que faz de uma pessoa um empreendedor?

Em sua essência, o empreendedorismo é criar algo – seja isso um produto, um serviço ou um negócio. Trata-se de identificar uma necessidade e depois encontrar uma maneira de preenchê-la.

Os empreendedores são fundadores de empresas que utilizam sua capacidade individual para resolver problemas e desenvolver oportunidades em seu trabalho.

Tipo o Steve Jobs, o empreendedor queria criar melhor experiência possível para o usuários da sua tecnologia. Algo que um tempo depois, virou a principal característica da Apple!

Para isso, os empreendedores estão dispostos a assumir riscos e não têm medo de fracassar.

É importante ressaltar que nesse mundo do empreendedorismo, existem diferentes tipos de empreendedorismo.

Alguns empresários iniciam seus próprios pequenos negócios, enquanto outros criam grandes corporações. Alguns empreendedores se preocupam em desenvolver novos produtos ou serviços, enquanto outros se concentram em melhorar os já existentes.

Com essa definição, tenho certeza que você consegue pensar diversos exemplos, de negócios empreendedores, não é mesmo?

Já o intraempreendedorismo, do que se trata?

Parece um trava língua, mas o intraempreendedorismo é o empreendedorismo aplicado pelos colaboradores, dentro de uma organização.

Intraempreendedores são colaboradores que pensam e agem como empreendedores (donos do negócio) para resolverem problemas. Eles têm espírito empreendedor e estão sempre à procura de novas oportunidades e resolução de problemas para melhorar a empresa em que trabalham.

E já que são na sua essência, são empreendedores, eles são frequentemente apaixonados pelo seu trabalho e não têm medo de assumir riscos.

Uma empresa que faz isso muito bem? A Adobe. Empresa que provavelmente você já utilizou algum dos seus produtos (ou pelo menos ouviu falar).

Adobe oferece serviços de assinatura do Photoshop (produto que virou sinônimo de fazer alterações em imagens) ao Adobe Acrobat, software que permite a conversão de documentos de diversos formatos em um arquivo de formato PDF.

Essa diversidade de produtos e experiências proporcionadas só existe graças ao intraempreendedorismo.

O motivo é que os líderes da Adobe incentivam os colaboradores a apresentarem suas inovações para mais de 14.000 pessoas em sua conferência anual, Adobe Summit. Afinal, as ideias podem (e devem) vir de qualquer lugar.

É dessa conferência que nascem várias melhorias e até novos produtos. Colocando gasolina no espirito empreendedor de engenheiros, desenvolvedores de produtos e colaboradores no geral. Unindo todos no objetivo de desenvolver novos produtos que vão fazer diferença na vida de seus clientes.

O que é necessário para implantar o intraempreendedorismo?

Por ser uma característica que traz muitos benefícios, o intraempreendedorismo anda de mãos dadas com a inovação. O principal atributo que uma empresa precisa ter no mundo competitivo e volátil nos dias de hoje.

Por isso, é essencial que você como líder, observe os padrões de pensamento de seus colaboradores e incentive a pensar como empreendedores.

O líder que estimula o intraempreendedorismo é essencial em todos os níveis da empresa.

É importante levar em consideração que quando uma empresa está crescendo, a responsabilidade de seu sucesso não é apenas do seu fundador, mas também de todos aqueles que estão inseridos no meio.

Por isso, não existe problema nenhum em estimular o pensamento inovador do empreendedorismo em seus colaboradores.

Para te ajudar a desenvolver o intraempreendedorismo, você pode utilizar as 3 mentalidades do fundador: Mentalidade do proprietário, a obsessão da linha de frente e a insurgência.

Mentalidade do proprietário

Para você ter uma noção, no Brasil, cerca de 90% da população é infeliz no trabalho.

Uma das principais causas deste fator é que a maioria esmagadora dos colaboradores não se sentem identificados com o propósito do seu trabalho.

Isso pode ser mudado encorajando a mentalidade de um proprietário na vida de seus colaboradores.

Em outras palavras, fazendo-os pensar e agir como os proprietários da empresa. Ao empoderá-los e dar verdadeira liberdade, eles se identificam mais com o que fazem e abraçam a causa.

A mentalidade do proprietário é responsável por inspirar seus colaboradores. Esta forma de pensar e agir os torna mais conscientes de suas atitudes e decisões.

Afinal, o proprietário tem um propósito com essa empresa, e esse propósito deve ser passado para os colaboradores, para que de maneira natural e intuitiva, sejam estimulados a terem e executarem ideias que cresçam a empresa.

Obsessão da linha de frente

Para que uma empresa possa implementar a mentalidade de um proprietário na vida de seus colaboradores, é essencial que existe uma obsessão com a linha de frente.

Obsessão no bom sentido. Mas como funciona ela?

Pensa comigo, a maioria dos proprietários foram os primeiros vendedor da empresa, ou melhor, os primeiros a terem a ambição da empresa crescer. Certo?

É sobre isso que a obsessão da linha de frente se trata, de inspirar e compartilhar com os colaboradores essa paixão por onde eles trabalham.

Insurgência

Para que uma empresa possa crescer e não apenas sobreviver, é essencial ter uma mentalidade insurgente.

Esta forma de pensar deve estar presente no DNA da empresa.

Uma mentalidade insurgente é aquela que está disposta a desafiar o status quo, que não desiste diante das dificuldades e sempre procura por novas soluções.

Isto é o tipo de pensamento que leva as empresas a inovar e criar novos produtos e serviços.

É esta mentalidade que cria uma empresa diferente e melhor que seus concorrentes.

5 Benefícios do intraempreendedorismo

Agora que você sabe um pouco mais sobre a mentalidade do fundador, é hora de entender como o espírito empreendedor pode trazer benefícios à sua empresa.

Um dos principais benefícios de incentivar o espírito empreendedor na empresa são os resultados inovadores que esse espírito traz.

Como vimos, a inovação é essencial para qualquer empresa que queira crescer e ter sucesso no mercado atual.

A inovação pode ser definida como o processo de criação de valor através do desenvolvimento de novos produtos, serviços.

Além disso, o intraempreendedorismo traz os seguintes benefícios:

Benefícios do intraempreendedorismo
5 benefícios que o intraempreendedorismo cria.

1. Encoraja o inconformismo

Um dos principais benefícios do empreendedorismo interno é que ele incentiva o inconformismo, possuindo como consequência direta criatividade e a inovação.

Os intraempreendedores estão sempre procurando novas maneiras de melhorar a empresa para a qual eles trabalham.

2. Engaja e motiva colaboradores

Outro benefício do empreendedorismo interno é que ele motiva os colaboradores, aumentando o engajamento.

Isso ocorre porque os intraempreendedores são apaixonados pelo seu trabalho e estão sempre procurando novas maneiras de melhorar a empresa para a qual trabalham.

3. Ajuda as empresas a permanecerem competitivas

O empreendedorismo interno também ajuda as empresas permanecerem competitivas e não se tornarem obsoletas.

Afinal os intraempreendedores estão sempre buscando soluções para que a empresa não seja “só mais uma” e possua um diferencial visível.

4. Fomenta a inovação

Quando o intraempreendedorismo está alinhado com a empresa, os colaboradores se sentem confiáveis e encorajados a tomarem riscos.

Sem os riscos, as melhores ideias não existem.

5. Ajuda a atrair e manter os melhores talentos

O espírito empreendedor em harmonia com os colaboradores e com as empresas, ajuda as empresas a atrair e reter os melhores talentos.

Isto se deve ao fato de que os intraempreendedores são entusiasmados com sua carreira e estão sempre buscando novos métodos para melhorá-la.

As 3 principais características de um intraempreendedor

Intraempreendedores são responsáveis por darem vidas e propósito aos ambientes de trabalhos, e eles possuem diferenciais responsáveis por torna-los ainda mais especiais.

Além disso, essas características tornam os intraempreendedores indispensáveis para o crescimento e desenvolvimento das empresas.

Para você identificar um intraempreendedor, eles possuem essas principais características:

  1. Eles são apaixonados por seu trabalho.
  2. Eles estão sempre procurando novas maneiras de melhorar a empresa para a qual trabalham.
  3. Gostam de Inventar e reinventar tudo.

Por que um profissional intraempreendedor é necessário?

Acima nós falamos sobre os benefícios de uma empresa que possui a cultura do intraempreendedorismo e os impactos dessa ação inovadora.

Mas em relação ao ser individual, o intraempreendedor, quais os impactos positivos que ele traz para o ambiente de trabalho?

Bom, é importante ressaltar que é típico para a maioria das pessoas terem o hábito de executar ordens. E quando encontram-se desafiados, as dificuldades surgem.

Quando o colaborador tem uma mentalidade empreendedora, a resolução de problemas é feita através de soluções criativas e eles não se sentem presos para executarem somente o que foi designado.

Além disso, o intraempreendedor, garante essas qualidades no ambiente de trabalho:

Responsabilidade reina

Quando há a mentalidade empreendedora, a responsabilidade se tornar uma característica muito clara.

Afinal, você está dando aos seus colaboradores um espaço aberto onde eles possam ser livres e criativos. Isso passa a sensação de que o trabalho desenvolvido pelos colaboradores precisam ter um grau de responsabilidade maior para evoluir com o projeto trabalhado.

Ambiente saudável

O espírito empreendedor também proporciona um ambiente saudável para a empresa.

Isto porque quando é dada aos colaboradores a oportunidade de serem criativos e inovadores, eles se sentem mais envolvidos com seu trabalho.

Um estudo da McKinsey Company descobriu que as empresas com colaboradores engajados superam em até 202% os que não têm.

Portanto, não é de se admirar que a o espírito empreendedor está sendo cada vez mais valorizado por empresas ao redor do mundo.

Capacidade de resolver o que está errado

O intraempreendedor tem a capacidade de consertar o que está errado na empresa.

Afinal, eles estão sempre procurando novas maneiras de melhorar a empresa para a qual eles trabalham.

Por exemplo, se uma empresa está tendo dificuldade em reter pessoas, um intraempreendedor procuraria novas maneiras de engajar e motivar esses talentos.

Outro fator importante, é que os colaboradores nem sempre podem recorrer ao líder. Muitas vezes o líder está ocupado em outras tarefas, e cabe ao funcionário tomar decisões rápidas sobre determinado assunto.

Principalmente se uma empresa está no seu inicio de ciclo de vida, é impossível ter pessoas que trabalhem apenas em suas funções previamente delimitadas.

O incentivo para vencer existe!

Intraempreendedores estão sempre procurando novas maneiras de melhorar a empresa para a qual eles trabalham.

Quando as pessoas se identificam com o que é designado e se sentem livres para resolverem as atividades, os resultados assertivos vão ser consequência.

Afinal, eles vão estar incentivados para vencer utilizando aquilo que eles tem mais de importante, a autenticidade.

Os colaboradores que tendem a pensar como empreendedores tendem a ter uma visão mais ampla do macro geral, o que ajuda a alinhar a visão dos fundadores.

3 Formas rápidas de incentivar o intraempreendedor

Agora que sabemos um pouco mais sobre intraempreendedores, é hora de aprender como você pode incentivar este comportamento em seus colaboradores.

Aqui estão algumas dicas:

Cultura organizacional

A cultura organizacional deve ser aquela que incentiva e apoia as pessoas a pensar e agir como donos.

Uma maneira de fazer isso é criar um espaço onde elas podem compartilhar suas ideias livremente, sem medo de críticas.

Também é importante encorajar a tomada de risco e experimentação de novas ideias.

Crie valor

É essencial criar valor para encorajar as pessoas a pensarem e agirem como empreendedores.

Uma maneira de fazer isso é oferecer incentivos para os colaboradores que apresentem novas ideias que agreguem valor à empresa. Além disso, empoderar suas decisões também é muito importante.

Você também pode oferecer recompensas para quem tentar novas coisas, mesmo que elas falhem de maneira responsável.

Aqui na CRIARH Temos a PipaCoin (em homenagem a nossa querida cachorrinha do escritório) que é uma moeda de reconhecimento e merecimento utilizada nas ações internas da CRIARH Consultoria.

A PipaCoin é um incentivo que os colaboradores podem trocar por prêmios.

Estimule a autenticidade

Ser autêntico é importante para as empresas porque incentiva os funcionários a serem eles mesmos, o que leva à inovação e criatividade.

Quando os funcionários sentem que podem ser eles mesmos, é mais provável que surjam novas ideias e assumam riscos.

Isto é importante para as empresas porque permite que elas se mantenham competitivas e cresçam.

É nesse momento de extrapolar a autenticidade que as pessoas conseguem colocar a sua melhor versão e as suas melhores ideias.

Seja resiliente

Uma característica chave dos empreendedores é a resiliência.

Isto significa que eles devem ser capazes de se recuperar de contratempos e aprender com seus erros.

É importante encorajar este comportamento nos funcionários sendo solidário e compreensivo quando as coisas não ocorrem como planejado.

3 Exemplos de Intraempreendedorismo

Empresas no mundo todo optam por estimular o intraempreendedorismo, devido a ser uma prática que só existe vantagens!

Confira esses 3 exemplos de intraempreendedorismo bem conhecidos e que mudam sua perspectiva, incluindo táticas que as empresas utilizaram para estimular o intraempreendedorismo:

Cheetos Flaming Hot

Na década de 80, a Frito-Lay, divisão da Pepsico que fabrica comercializa e vende uma variedade de slagadinhos” estava passando por um momento difícil.

Então o CEO Roger Enrico anunciou uma nova iniciativa para que todos os 300.000 funcionários “agissem como dono”.

Foi nesse momento que Richard Montañez aparece. O zelador viu o anúncio de Enrico como uma oportunidade. Então, ele ligou para o escritório do CEO e o CEO, impressionado com sua iniciativa, concordou em uma reunião.

Richard estava comprando lanches em sua loja local quando notou que não havia nenhum produto para latinos, então ele conseguiu pegar alguns Cheetos (antes de serem polvilhados com o aroma de queijo), levou para casa e os temperou com uma mistura de especiarias tipicamente latinas.

Richard colocou os Cheetos com sua mistura em 100 saquinhos diferentes, selando cada um com ferro antes de desenhar um logotipo à mão em cada saquinho individual. Ele as embalou e as levou consigo para sua reunião com o conselho da Frito-Lay.

Na reunião do conselho, Enrico e os executivos ficaram impressionados com a ideia de Richard. O CEO disse a Richard “Abaixe o esfregão, você vem com a gente…”.

Essa história é tão espetacular e inspiradora que está programada para ser transformada em um filme chamado ‘Flamin’ Hot’!

Mclanche feliz

Mclanche feliz, o lanche que foi e é uma febre entre crianças (e consegue conquistar até os corações dos adultos), é fruto do intraempreendedorismo.

Em 1977, o gerente regional de St Louis, Dick Brams, queria experimentar uma nova refeição que fosse apenas para crianças. Ele apresentou sua ideia baseada no formato que temos hoje para a gerência, e o resultado você deve imaginar, não é?

No tempo em que você está lendo esta história, aproximadamente 2.937 foram vendidos. 3 milhões de Happy Meals são vendidas todos os dias.

Amazon: Compra com um clique

Se você é uma das mais de 250 milhões de pessoas que visitam o site da Amazon todos os dias, deve ter notado o atraente botão ‘comprar com 1 clique’.

O programador da Amazon, Peri Hartman, queria encontrar uma maneira de ‘tornar o sistema de pedidos completamente sem atrito’ e, portanto, criou o software para permitir compras com um clique. Funcionou e foi patenteado pela Amazon em 1997.

Quando escrevemos a história do e-commerce, a patente 1-Click permitiu à Amazon criar uma posição muito forte no mercado.

Essa compra instantânea foi responsável por impulsionar os pedidos, tenho certeza que você já foi “alvo” desse botão.


O espírito do empreendedor é uma ferramenta valiosa para qualquer organização, independentemente do tamanho ou da indústria. Ele pode ajudar a impulsionar a inovação e o crescimento, e tem o potencial de criar uma força de trabalho mais engajada e produtiva.

O intraempreendedorismo é uma ótima maneira de as empresas incentivarem a inovação e o crescimento dentro de sua organização. Ela também pode ajudar a criar uma força de trabalho mais engajada, produtiva e feliz.

curso de criatividade

Artigo por

Lucas Teles
Lucas é o Head de Inovação da CRIARH. Mas mais importante, ele é o maior apaixonado pela empresa.

Se torne um líder melhor, em minutos

Receba semanalmente passos a passos práticos para ser um melhor líder.
Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

Curtiu? Mande o artigo para seus amigos!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tabela de conteúdo
Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

Outros artigos para você

Cookie
Ao navegar pelo nosso site, você aceita a nossa política de cookies.