O que é liderança transacional e 5 vantagens

A liderança transacional é um tipo de liderança onde os líderes motivam e recompensam os funcionários por atingir metas específicas.
Tabela de conteúdo

O termo “liderança transacional” foi cunhado pela primeira vez pelo sociólogo Max Weber, e significa que líderes oferecem aos funcionários recompensas e punições para para alcançar o desempenho ideal no trabalho de seus subordinados.

Essa relação de transação tem suas origens na questão em que os colaboradores não sentem estímulo próprio para realizar seus afazeres.

Sendo assim, segundo a liderança transacional, os liderados precisam de:

  • Estrutura;
  • Instruções;
  • Estímulo;
  • Supervisão.

Ficou curioso para saber mais sobre esse estilo liderança? Continue a leitura e entenda as vantagens da liderança transacional e suas características.

O que é liderança transacional?

A liderança transacional é oferecer algo para o seguidor bater uma meta, como uma troca puramente transacional. O objetivo é motivar e recompensar funcionários por atingir metas específicas.

O líder transacional estabelece metas e expectativas claras para os seguidores, e lhes fornece os recursos e o apoio de que precisam para atingir essas metas.

Em troca, espera-se que os seguidores atendam ou superem essas expectativas. Se o fizerem, eles serão recompensados com elogios, aumentos, ou outras formas de reconhecimento.

Se não o fizerem, eles podem ser punidos com críticas, despromoção ou até mesmo com rompimento da relação profissional entre o colaborador e a empresa.

Em outras palavras, a liderança transacional é um estilo de liderança no qual o líder depende de recompensas e punições para tentar atingir a performance necessária em uma equipe.

Esse estilo de liderança é baseado no pensamento em que os colaboradores não possuem motivação própria para realizar suas atividades profissionais e que precisam de estrutura, estímulo, instruções e supervisão.

Esses características são responsáveis por ser uma ferramenta útil para atingir metas de curto prazo ou específicas.

A liderança transacional é muitas vezes comparada com a liderança transformacional, que é mais inspiradora e focado em metas de longo prazo. Vou falar mais sobre liderança transformacional mais na frente!

Quais as principais características da liderança transacional?

Agora que você sabe o que é a liderança transacional, confira as suas características:

1. Foca na estabilidade do status quo

Líderes transacionais normalmente se concentram em manter o status quo, ao invés de tentar promulgar mudanças.

Isso pode resultar em um estilo de liderança mais focado e preocupado com em atingir metas e objetivos de curto prazo, ao invés de ter uma visão de longo prazo.

Essa característica pode se comportar como uma força ou uma fraqueza, dependendo da situação.

Em alguns casos, pode ser necessário manter o status quo a fim de alcançar objetivos específicos. Em outros casos, um líder mais transformador, focado na criatividade e inovação pode ser mais adequado para fazer mudanças.

2. Metas e expectativas claras são estabelecidas para os seguidores

Na liderança transacional, metas e expectativas claras são estabelecidas para os seguidores. Isso ajuda a garantir que todos estejam na mesma página e saibam o que é esperado deles.

Entretanto, isso também pode ser um lado negativo, pois pode levar a uma abordagem mais rígida e inflexível.

Deixando de lado uma característica que pode ser necessária em alguns casos, a flexibilidade. Característica essa que é típica de uma liderança situacional, por exemplo.

3. Os seguidores são recompensados por atender ou exceder essas expectativas

Se os seguidores atendem ou excedem as expectativas estabelecidas pelo líder, eles são normalmente recompensados de alguma forma.

Recompensas essas que podem ser elogios, aumentos ou outras formas de reconhecimento.

4. A punição é usada como um motivador quando os seguidores não atendem às expectativa

Se os seguidores não corresponderem as expectativas estabelecidas pelo líder, eles podem ser punidos de alguma forma.

Isso pode incluir críticas, despromoção ou até mesmo término dos vínculos trabalhistas com uma empresa.

A punição pode ser uma motivação eficaz para algumas pessoas, mas também pode levar a uma dinâmica de equipe mais negativa e ressentida.

5. O estilo de liderança é baseado na suposição de que os funcionários não são automotivados

A liderança transacional é baseada no pressuposto de que os funcionários não são automotivados e que eles precisam de estrutura, incentivo, instruções e supervisões a fim de fazer seu trabalho de forma eficaz.

6. Pode ser uma ferramenta eficaz para atingir objetivos específicos ou de curto prazo

Embora a liderança transacional possa não ser a melhor abordagem para cada situação, ela pode ser uma ferramenta eficaz para atingir objetivos específicos ou de curto prazo.

Já que foca na manutenção do status quo e no estabelecimento de metas e expectativas claras, ajudando a realização de tarefas que requerem uma abordagem mais estruturada e simplificada.

Vantagens e desvantagens da liderança transacional

Agora que você está ciente sobre algumas das características chave da liderança transacional, vamos dar uma olhada mais profunda em suas vantagens e desvantagens.

Como você viu, a liderança transacional é um tipo de liderança que enfatiza a troca de recompensas pelo desempenho.

Um líder que utiliza essa abordagem foca na obtenção de resultados através da motivação e recompensa dos funcionários pelo cumprimento de metas específicas.

Embora os líderes transacionais possam ser eficazes para atingir metas de curto prazo, há algumas vantagens e desvantagens que devem ser consideradas antes da adoção deste estilo de liderança.

5 Vantagens da liderança transacional

Vantagens Liderança Transacional
  1. Os líderes transacionais são tipicamente muito focados e orientados a metas. Resultando em melhoria da produtividade, uma vez que os funcionários são claros sobre o que se espera deles.
  2. A liderança transacional é muito eficaz na mobilização de recursos para atingir objetivos.
  3. Líderes transacionais geralmente têm boas habilidades pessoais e são capazes de construir relacionamentos fortes com seus funcionários. Levando um ambiente de trabalho mais positivo, promovendo a devida segurança psicológica ideal em um ambiente de trabalho.
  4. Como os líderes transacionais normalmente têm uma visão clara do que eles querem alcançar, eles podem ser muito inspiradores e motivadores para os funcionários.
  5. Esse tipo de liderança é tipicamente muito bom em delegar tarefas e responsabilidades. Ajudando a maximizar a responsabilidade e eficiência dos funcionários.

5 Desvantagens da liderança transacional

Desvantagens Liderança Transacional
  1. Líderes transacionais muitas vezes dependem fortemente de recompensas e punições para motivar os funcionários. Isso pode criar um clima de medo e insegurança no local de trabalho.
  2. Os funcionários que são motivados apenas por recompensas podem se tornar menos envolvidos em seu trabalho ao longo do tempo.
  3. Este tipo de líder as vezes pode estar muito focado em resultados e não pode levar em consideração as necessidades ou preocupações dos funcionários.
  4. Líderes transacionais podem ter dificuldade de adaptação a circunstâncias ou objetivos em mudança.
  5. Esse tipo de estilo de liderança pode muitas vezes criar um ambiente muito hierárquico onde as decisões são tomadas a partir a parte de cima para baixo. E isso pode limitar a criatividade e a inovação.

A diferença entre liderança transacional e a liderança transformacional

A liderança transacional é um tipo de liderança que enfatiza a troca de recompensas pelo desempenho.

Porém, esse estilo de liderança é constantemente associado a liderança transformacional. Porém, são coisas distintas!

A liderança transformacional é um tipo de liderança que motiva e inspira os funcionários não apenas a atender, mas também a superar as expectativas.

Este tipo de líder cria uma visão para o futuro e mobiliza os funcionários a trabalharem juntos para alcançá-la. Os líderes transformacionais tem a capacidade de motivar os funcionários através de suas palavras e ações.

Todas essas ações da liderança transformacional são visando o futuro, o longo prazo. Tudo isso com apropriação de mudanças, diferente da liderança transacional.

Além disso, a liderança transformacional possuí características típicas, como:

  1. Os líderes transformacionais são tipicamente muito inspiradores e motivadores. Eles podem criar uma visão compartilhada para o futuro e ajudar os funcionários a enxergarem como seus trabalhos e comportamentos se encaixa nessa visão.
  2. Os líderes transformacionais normalmente têm muito boas habilidades de comunicação e podem articular sua visão de forma a engajar e inspirar os funcionários. Além de não utilizarem o método de recompensa e punição.
  3. Os líderes transformacionais são muito mais adaptáveis as mudanças.


Líderes que utilizam o estilo de liderança transacional se concentram em completar tarefas e cumprir prazos. Esse tipo de líder é muitas vezes muito orientado para tarefas e orientado para resultados.

Cuidado para não cair no foco excessivo na mecânica do trabalho e esquecer o desenvolvimento de relações pessoais com os funcionários.

Se você está procurando um estilo de liderança que consiga fazer as coisas rápida e eficientemente, um líder transacional pode ser uma boa opção para você.

No entanto, há também algumas desvantagens nesta abordagem que você deve levar em conta. Líderes transacionais podem as vezes se apresentar como inquebrantáveis ou inflexíveis, o que pode prejudicar o clima organizacional de uma empresa.

Além disso, este tipo de liderança pode ser menos eficaz em tempos de mudança ou crise.

Se você estiver interessado em aprender mais sobre os diferentes estilos de liderança, confira os nossos outros artigos em nosso site. Você não vai se arrepender.

Se torne um líder melhor, em minutos.

Receba semanalmente passos a passos práticos para ser um melhor líder.
Ao se inscrever você concorda com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.
curso de criatividade

Artigo por

Lucas Teles
Lucas é o Head de Inovação da CRIARH. Mas mais importante, ele é o maior apaixonado pela empresa.

Curtiu? Mande o artigo para seus amigos!

Junte-se a mais de 3.000 pessoas em nossa news

Não perca nossas últimas dicas, ferramentas e táticas para ser um melhor líder.

Outros artigos para você

Liderança servidora: 10 Exemplos práticos e suas vantagens

Liderança servidora é um estilo de liderança que coloca as necessidade dos outros acima das suas próprias. Ajudando os liderados a se desenvolverem e atuarem com a mais alta performance.
Ler MaisLer Mais
Seta CRIARH

Métricas de sucesso: como medir o desempenho do seu negócio

Utilizar métricas de sucesso é essencial para avaliar e orientar o desempenho de um negócio.
Ler MaisLer Mais
Seta CRIARH

Growth Mindset: 10 segredos pra obter uma mentalidade de sucesso

Ler MaisLer Mais
Seta CRIARH